Relatório CooperAcção

Evento Cooper’Acção | 5 Outubro 2018, São Luís

(English below)

É possivel que já tenhas ouvido falar de CooperAcção. Mas, o que é a CooperAcção?

Descobre todos os detalhes especificos sobre o nosso projecto neste  Guia de boas práticas e/ou na Linha do tempo CooperAcção.

Cartaz 5 Outubro

Reflexão pessoal (Jose M Donado):

O processo começou com a minha vontade de me relacionar de maneira mais significativa com as pessoas que me rodeiam. Com este propósito comecei a investigar sobre economia e vias alternativas, ideias como o banco do tempo ou a moeda local chamavam a minha atenção.

Assim um dia, em conversa com uma amiga sobre economia local, ela disse-me: “O difícil não é criar uma moeda local, o difícil é que o local tenha necessidade de uma moeda própria”.
Também entendendo que o período de tempo do meu projecto SVE era limitado (12 meses) entendi que o melhor que poderia fazer era trabalhar em algo que, após o fim do projecto, pudesse continuar por si próprio.

Estas duas ideias combinadas com o meu contexto exterior e interior fizeram-me acreditar que a melhor maneira de eu participar regenerativamente seria convidar as pessoas da comunidade a vivenciar as perguntas em conjunto, funcionando eu como elo de união entre comunidades, pessoas e ideias. Com esta filosofia, esforcei-me por envolver pessoas na participação activa do seu próprio desenvolvimento através da co-criação de projectos e do questionamento. Neste processo foi importante a exploração da co-criação dende uma posição de horizontalidade, utilizando tecnicas coma Sociocracia 3.0 dentro do processo e das diferentes etapas. Continue a ler Relatório CooperAcção

Anúncios

UBUNTU em São Luís | Junho 2019

Almoço ecológico com produtos Monte Mimo e confecção ReCozinha

Acolhemos em São Luís o UBUNTU de Junho – encontro de voluntários “Odemira na Europa” do Serviço Voluntário Europeu. Desta vez os voluntários escolheram para tema de formação Ecologia, Sustentabilidade e Alterações Climáticas.

O UBUNTU compôs-se de variadas dinâmicas de educação não formal, explorando os conceitos de Pico de Petróleo e das Alterações Climáticas, da Transição exterior e interior, do impacto dos comportamentos humanos e a sua relação com as crenças que trazemos connosco. Criámos novas narrativas para uma futura sociedade de impacto regenerativo no ecossistema e jogámos o Jogo do Valor, desenvolvido pela Terra da Abundância enquanto produto artístico que impele à reflexão sobre a nossa relação com o dinheiro, o valor que damos a nós mesmos e a cooperação dentro de um grupo.

Casa do Povo de São Luís | Desenhos de um futuro regenerativo, depois de meditação guiada

O UBUNTU deu ainda lugar a um passeio de reconhecimento de plantas guiado pelo Pierre e à visualização do filme Demain, de Cyril Dion e Mélanie Laurent. Visitámos o projecto Escalabardo, que dá novas formas a roupas em fim de carreira, e abrimos aos voluntários o nosso espaço de trabalho OFICINA São Luís.

Passeio guiado pelo Pierre em torno de São Luís
OFICINA São Luís

Os encontros UBUNTU fazem parte do projecto “Odemira na Europa” de Serviço Voluntário Europeu (SVE), coordenado pelo Município de Odemira em parceria local com o GAIA Alentejo, GAIA Alentejo/ Ateneu do Catorze, Sociedade Recreativa São Teotoniense, Rota Vicentina e Zut! O SVE é financiado pelo programa Erasmus+/ Juventude em Acção.

 

Intercâmbio na Sicília em português e galaico-português

Testemunhos do intercâmbio jovem SUSTAINABLE LIFESTYLE COURSE que aconteceu na Sicília, Itália, entre Março e Abril 2019 junto da organização SAJA e com financiamento do programa Erasmus+. Organização de envio: GAIA Alentejo 🙂

Marta Santos: “Os 10 dias que passei no intercâmbio, foram seguramente dos mais cheios que tive nestes 22 anos de vida. Uma saída da zona de conforto acabou por se tornar numa aprendizagem acerca de tudo o que me rodeia e o impacte que eu tenho nisso mesmo. Aos poucos vou pegando em toda a informação que reti e adotando práticas mais amigas do mundo. Além disso, conhecer tanta gente diferente, de diversos contextos, foi verdadeiramente inspirador e deu-me a força para continuar o caminho para a mudança!“

*****

Testemunho de Jose Donado, em galaico-português moderno:

“Entre o passado 28 de Março e 8 de Abril, cinco jovems representantes do Portugal, vivemos em Sicilia uma experiença única. Realizamos um intercambio internacional com outros 20 jovenes de Grecia, Espanha e Italia. Em Paternò (Sicilia) bem perto do vulcão Etna.

O topico principal durante estes 10 días, foram estilos de vida sustentáveis. Fizemos isto, num ambiente multicultural no que primou o companheirismo e vecerom as amizades aos prejuízos. E… que fizemos? Continue a ler Intercâmbio na Sicília em português e galaico-português

OFICINAS TEMÁTICAS para jovens em São Luís

OFICINA São Luís reabriu as portas aos jovens de São Luís em Fevereiro 2019, com a OFICINA de Origamis proposta por Annalisa Zaccaria, voluntária SVE no GAIA Alentejo através do projecto colectivo Odemira na Europa.
*
Esta oficina faz parte do ciclo de OFICINAS TEMÁTICAS dedicadas a  jovens dos 12 aos 16 anos. Uma vez por mês oferecemos um espaço de convívio e de desenvolvimento pessoal, fomentando os valores da participação, da educação para a cidadania e da acção ecológica. Coordenadas pela psicóloga Ana Brazão, as OFICINAS TEMÁTICAS incluem eventos práticos e sessões de discussão de temas relevantes para os jovens, inicialmente sugeridos pela equipa e progressivamente sendo indicados pelos próprios participantes. OFICINA São Luís é uma iniciativa do GAIA Alentejo, com o apoio das pessoas que acreditam nos nossos jovens.

Continue a ler OFICINAS TEMÁTICAS para jovens em São Luís

A nossa acção na produção/ consumo pode beneficiar a comunidade?

AUDIO da conversa disponível na RIO Rádio Internacional de Odemira no podcast “Agricultura de proximidade e criação da AMAP“.

Convite à conversa: A nossa acção na dinâmica produção – consumo de bens alimentares pode trazer benefícios a toda a comunidade?

Modelos de consumo | produção  há muitos….
O primeiro modelo de partilha de responsabilidade e abundância de produção alimentar – com parcerias entre produtores e consumidores – surgiu em 1960 no Japão e dá-se pelo nome de Tikei e desde então por muitos locais no mundo se têm vindo a desenvolver modelos de apoio mútuo, autónomos, guiados pelo bem comum, como alternativas ao modelo convencional da produção e distribuição de alimentos, guiado pelo interesse económico.

Em Portugal a primeira AMAP surgiu há 13 anos em Odemira, com o apoio da Coop TAIPA. EM Dezembro 2018 foi fundada a Rede REGENERAR que junta as 7 das iniciativas AMAP | CSA existentes em Portugal.

Vamos apresentar um pouco mais sobre o existe já como AMAP, CSA, Genuino Clandestino e o que os caracteriza como grupos autónomos de consumo com o propósito de criar circuitos curtos de comercialização e de responsabilidade compartida.

Estará presente uma produtora, que se envolveu no desenvolvimento de um modelo CSA na Alemanha, dará a conhecer a sua prática na parceria com os consumidores.

Estamos também a chamar para juntos conversarmos e nos inspirarmos com a ideia de que esta região tem condições para criar modelos onde toda a comunidade benifícia das nossas dinâmicas de produção | consumo neste caso com o foco em bens alimentares.

Local: A Onda – Relíquias
11 de Abril 2019, às 18h
Entrada livre

Apresentações:

  • Modelos de apoio mútuo e local entre produtores e consumidores: CSA; AMAP; Genuino Clandestino
  • Regenerar – Rede Portuguesa de Agroecologia Solidária

Conversa Aberta:

  • Nesta região podemos adaptar estes modelos à realidade existente?
  • O que existe pode ser já um inicio de alguma dinâmica de produção|consumo de escala local?

Organização: A Onda | GAIA Alentejo | Rede Cooperar

Voluntariado jovem em França

SOLIDARITÉS JEUNESSES | França
www.solidaritesjeunesses.org

Contexto: Educação não formal e ruralidade em França
Temática: Promoção da construção e manutenção da paz com ligações interculturais, através da vida colectiva, educação não formal e campos de trabalho internacionais.

Procuram voluntários jovens para 3 das suas delegações:

Candidata-te preenchendo o documento [Application Form-SJ] e enviando para lvt@solidaritesjeunesses.org.

Grupo de Acção e Intervenção Ambiental – ONG